As organizações dependem de pessoas para dirigi-las e controlá-las, assim como para fazê-las operar. Se você parar para pensar, não existe uma organização, como uma fazenda, sem pessoas para fazer com que ela funcione.

Os indivíduos são hoje o ativo mais importante nas organizações. Por isso, a área de gestão de pessoas tem como finalidade valorizar o ser humano. Isso por que cada pessoa, com seus valores, comportamentos e alinhamento à missão organizacional, tem uma grande importância para a organização. E para isso, a gestão de pessoas vai além da estrutura de departamento, envolvendo todos os gestores na busca por novos talentos e na preocupação constante pela retenção dos que já estão na empresa.

Em uma força de trabalho tradicional, o trabalhador serve o sistema; numa força de trabalho de conhecimento, o sistema deve servir o trabalhador
(DRUCKER, 2009)

Entre as atribuições da gestão de pessoas está o desenvolvimento de políticas e atividades práticas para envolver os colaboradores, tais como:

O trabalho pode ter significados diferentes para cada pessoa. Para uma, pode ser uma fonte de prazer, para outra, um simples passatempo ou pode representar a sua própria vida.

De certa forma, as organizações têm um papel fundamental na vida de qualquer pessoa, pois é por meio delas que fazemos acontecer, realizamos os nossos desejos e conseguimos a satisfação de nossas necessidades.

Com isso, as pessoas e as organizações buscam seus objetivos próprios, que nem sempre coincidem e são os mesmos para os dois lados.

Figura 1 Objetivos organizacionais e individuais das pessoas.

As pessoas estão se tornando cada vez mais importantes para a organização e sendo o seu foco principal.

Os processos da gestão de pessoas

A gestão de pessoas, também conhecida como GP, são várias atividades conectadas entre si para que se possa obter um efeito de energia e melhorias entre todas as pessoas que trabalham na organização e, também, para a organização.

Hoje, uma empresa precisa desempenhar quatro funções que constituem o processo administrativo: planejar, organizar, administrar e controlar.

Você viu anteriormente que a GP se refere às políticas e às atividades práticas que envolvem as pessoas. São essas políticas e práticas que se resumem e formam os seis processos básicos da gestão de pessoas.

Veja, a seguir, como ficaria a estrutura desses seis processos:

Figura 2 Processos básicos de gestão de pessoas.

A gestão e os novos papéis

Os colaboradores podem ser tratados apenas como recursos para somente produzir para a empresa. Dessa forma, as pessoas se tornam padronizadas e precisam ficar sendo administradas para se obter delas o máximo rendimento possível do seu trabalho. É como se as pessoas fossem tratadas como “coisas”.

Outra escolha é enxergar as pessoas como parceiras da organização. Dessa forma, elas fornecem para as empresas suas habilidades, seus conhecimentos, suas competências e, o mais importante, sua inteligência, sua sabedoria, ajudando, com isso, nas decisões para que a organização consiga alcançar os seus objetivos.

Conheça a comparação entre a visão de pessoas como recursos e a de pessoas como parceiras.

Pessoas como coisas

  • Empregados isolados no cargo
  • Horário rigidamente controlado
  • Preocupação com normas e regras
  • Dependência total da chefia
  • Apenas executores de tarefas
  • Apenas mão de obra

Pessoas como parceiras

  • Colaboradores em equipes
  • Objetivos da organização negociados e compartilhados
  • Preocupação com resultados
  • Participação nas decisões
  • Preocupação com a ética e a responsabilidade social
  • Fornecedoras de atividades
  • Inteligência e talento

 

Alessio Sandro

Master em Administração e Psicologia Multifocal

http://redefacima.com/wp-content/uploads/2018/08/logo2.pnghttp://redefacima.com/wp-content/uploads/2018/08/logo2.pngProf. Alessio SandroAdministraçãoAs organizações dependem de pessoas para dirigi-las e controlá-las, assim como para fazê-las operar. Se você parar para pensar, não existe uma organização, como uma fazenda, sem pessoas para fazer com que ela funcione. Os indivíduos são hoje o ativo mais importante nas organizações. Por isso, a área de gestão...Rede  Facima